A Dustland Fairytale

quarta-feira, fevereiro 11, 2009


"Now Cinderella don't you go to sleep
It's such a bitter form of refuge
Ahh don't you know the kingdoms under siege
And everybody needs you
Is there still magic in the midnight sun?
Or did you leave it back in sixty-one
In the cadence of the young mans eyes
Out were the dreams all high"


The Killers - "A Dustland Fairytale"

in Day & Age (2008)



Cinderela, não nos deixes. O teu vestido reluzente vai deixar saudades, o teu perfume vai ficar no ar, o teu olhar imortalizado no olhar de todos nós. Não adormeças, que forma amarga de ires embora, abandonando-nos, perdidos, sem o teu olhar guia. Precisamos de ti, todos precisamos. Da tua ideia, de saber que existes, que és tangível, real, possível.
Não te apoquentes com os olhares que os homens te deitam. Eles não sabem. Nem sonham. Eu sonho. Entras no meu conto de fadas, no meu mundo, no meu castelo, e deixas lá o teu perfume. E quando já sonho alto, mostras-me aquele raio de sol a despontar, que se reflecte no teu vestido de esmeraldas, me bate nos olhos e que me faz rir. Contigo.
Não nos deixes, não me deixes.
Preciso de ti. Da ideia de ti.


Também deves gostar disto

1 comentários

  1. Pois é, a ideia da Cinderella é a ideia que nos incutiram em pequenas e com a qual ficámos...com ela e tantos outros contos de princesas...
    Mas quando crescemos é tudo diferente dos contos a que nos habituaram. Ainda assim há sempre aquele sonho de meninas que persiste em nós. E se conseguirmos que não morra, pode ser o que quisermos.
    Keep dreaming ;)

    ResponderEliminar

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal