Alma Mater

quarta-feira, agosto 10, 2011

"Mother Tongue speaks to Me
In the strongest way I've ever seen
I know that she sees in Me
Her proudest child, her purest breed.
(...)
Virando costas ao Mundo
Orgulhosamente sós
Glória Antiga, volta a nós!"


Moonspell - Alma Mater
in Wolfheart (1995)






A nossa pátria mãe está inundada de filhos (da puta) que a querem matar. Tanta identidade, patriotismo, orgulho em ser português, e no fim, é o fim, de tudo. Estamos na cauda de tudo. Na ponta de tudo. Na cauda da Europa, do desenvolvimento, do emprego, da inclusão social, e de tudo o que nos lembremos assim de repente. O que é preciso fazer para voltarmos à glória antiga? O que é que mudou? Porque é que já não somos capazes? Descobrimos as praias e não conseguimos deixar a posição deitada e o estorricar ao sol?
Agora vão levar-nos também a língua, o modo como escrevemos desde há séculos. Porra, fomos nós que inventámos a Língua Portuguesa, não seriam os outros que a deveriam adaptar? Somos uns vergados, vendidos, e não há ninguém entre os nossos representantes que diga um NÃO a todos esses filhos da puta que nos querem matar. Epá, que o façam logo, rebentem com isto tudo, que a morte lenta, dói mais!

Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal