Coisas

sexta-feira, dezembro 02, 2011

Escolher entre saber e ser-se ignorante parece uma escolha fácil. Mas não é. Às vezes sabemos mais do que devíamos. Sabemos o que não queríamos saber. Coisas que moem, chateiam, nos alteram o dia, e fazem com nada do que façamos satisfaça. Coisas que não saem da cabeça. Coisas que se colam ao corpo e à cabeça, que não nos deixam dar um passo sem nos lembrarem da nossa miséria.
No que depender de mim, não deixarei mais essas coisas entrar. Prefiro resignar-me com a ignorância e ser um bocadinho feliz, do que saber e martelar hora após hora, dia após dia. Sei lá eu se vou estar aqui para a semana, ou amanhã, e não quero passar os meus últimos dias preocupada e com um peso nos ombros que me faz quase rastejar, junto ao chão, porque já nem a cabeça consigo levantar.

Também deves gostar disto

1 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal