O-D-E-I-O este calor infernal

quinta-feira, julho 04, 2013

Volta Inverno, estás perdoado. Odeio altas temperaturas. Se estivesse num local paradisíaco com um cocktail na mão, numa praia qualquer, num frigorífico, numa estância balnear com criados semi-nus a abanarem-me, não me importava de aguentar 40º. Mas como pertencente à classe média, tenho de trabalhar. Tenho de sobreviver todos os dias no comboio e no metro, e julgo que a maioria das pessoas se esqueceu das regras de higiene básicas. Ou então é a crise, e têm de poupar na água e no desodorizante. Mas pelo amor da santa, eu ofereço Rexona a toda a gente, se tiver de ser.

Sai-se porta fora e começa-se imediatamente a derreter. A partir desse momento as roupas colam-se ao corpo, em especial naqueles locais que adoramos, como nas bordas do cu. Cada vez que me levanto da cadeira tenho a sensação que tenho uma bola de água no rabo. A zona debaixo do soutien também é porreira, com uma poça de suor gerada debaixo das mamas. Super agradável. E mais. Quando se está com o período tudo se torna ainda melhor, mas não vou entrar por aí para não afastar o leitor.

O pior de tudo são as noites. O problema da minha casa é que é quente como o caralh*, e o problema do chão fresco é que é duro como o caralh*. Assim passo as noites em claro amaldiçoando o tempo, as melgas e mosquitos, ameaçando São Pedro forte e feio e pensando em jogar-me do 4º andar. Até já pensei ir dormir na rua, mas algum sem-abrigo podia ficar ofendido.

E no fim de semana o que é que as pessoas fazem? Vão para a praia. Todas. O mundo inteiro. Se se consegue lá chegar (e para isso é preciso sair de casa às 07h ou conseguir passar 2 horas numa fila), andamos à bulha por um pedacinho de areia, como se aquilo fosse o mais precioso pedaço de céu e o caminho para a redenção e perdão eterno.

Sou por natureza uma pessoa stressada, e quando está tanto calor só me consigo comparar a um bule de chá a arder por dentro e prestes a entrar em ebulição. Se isto passar dos 45º vou explodir e espalhar as minhas entranhas por este cantinho quentinho à beira-mar plantado.


Também deves gostar disto

3 comentários

  1. Como te compreendo !
    No entanto, eu continuo a preferir estes dias assim do que os dias gelados e ventosos de inverno...

    ResponderEliminar
  2. Ahhh eu adoro os dias de Inverno :) Para o frio há solução, veste-se roupa mais quente, põem-se umas mantinhas... Agora nestes calores quando não há mais roupa para despir ou ventoinhas que valham, é de enlouquecer!

    ResponderEliminar
  3. Ahhh eu adoro os dias de Inverno :) Para o frio há solução, veste-se roupa mais quente, põem-se umas mantinhas... Agora nestes calores quando não há mais roupa para despir ou ventoinhas que valham, é de enlouquecer!

    ResponderEliminar

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal