O homem que faltou ao trabalho durante 6 anos e ninguém reparou

sábado, fevereiro 13, 2016

Aqui mesmo ao lado, em Cádiz, um homem conseguiu não comparecer ao trabalho durante 6 anos e continuou a receber os seus 37 mil euros por ano como se nada fosse.

Joaquín García trabalhou como técnico de Meio Ambiente e posteriormente foi enviado para supervisionar obras nas Águas de Cádiz. Por lá ficou, mas deixou de aparecer. De um lado deviam pensar que ele tinha regressado à base, e do outro que continuava na obra. E assim foi recebendo um belo ordenado a coçar o colhão.

O mais estúpido é que só descobriram a ausência dele porque queriam dar-lhe uma placa pelos 20 anos de serviço e aí é que repararam que ninguém sabia do homem. Então ligaram-lhe, foi chamado, e quando lhe perguntaram o que fez no dia anterior e nos meses anteriores, não soube responder. Foi burro. Devia ter um discurso cheio de tarefas preparadas para esta eventualidade.

No fim da história quem ficou a ganhar foi ele. Foi processado e teve de pagar uma indemnização, só que o valor máximo desta permitido por lei é bem mais baixo que o salário de um ano, e ele esteve 6 a gozar à grande. E ainda os acusou de fazerem bullying, mesmo à cabrão.

Joaquín, és um 'granda' rei. Ensina-me tudo o que sabes, hermano.


Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal