Pessoas estranhas #23 - os reservas da praia

terça-feira, agosto 02, 2016


Pelos vistos os veraneantes andam a reservar espaço nas praias do Algarve, e surgiram fotos e vídeos da praia de Armação de Pêra às 08h00, completamente lotada com chapéus, toalhas, cadeiras, tudo deixado lá para reservar espaço no areal. E pelos relatos que proliferam nas redes sociais, é uma "tendência" que já chegou a várias zonas do Algarve.

Isto é tão estúpido que nem sei por onde começar. É melhor pelo óbvio: que cambada de gente egoísta. Ok, é complicado arranjar um espacinho no areal algarvio nesta época do ano, mas isto é um completo desrespeito pelos outros, principalmente pelas gentes da terra que vê a sua praia transformada num espaço fantasma e num repositório de lixo.

A praia é de todos. É um espaço público. O que é deixado para trás devia ser considerado lixo, e retirado ou levado para instituições. Devem haver bastantes famílias com dificuldades a quem as toalhas davam jeito, e lares da terceira idade onde não iriam recusar quelas belas cadeiras para os jardins. Se eu morasse lá, levantava-me às 07h00 e ia fazer a recolha. "Ah, foi um tsunami que levou tudo", explicava. Ou "achado não é roubado" também serviria.

Que a Câmara tome medidas e torne isto proibido rapidamente. Estão a estragar as praias e a mudar o paradigma do que é ir à praia. Era o que faltava, neste país, haver filhos e enteados também no areal.

Também deves gostar disto

6 comentários

  1. Também não concordo. Se querem lugar, vão mais cedo e pronto.
    E se lhes levassem tudo durante a noite... era mesmo lindo.

    ResponderEliminar
  2. Esta gente qualquer dia leva um par de sapatos para as Finanças e deixam-no lá a marcar lugar!

    ResponderEliminar
  3. Oportunidade de negócio para quem gosta de "cobiçar" o alheio, ainda pouco divulgada! :-)
    (Assim se vê que regredimos, não progredimos mesmo nada!)

    ResponderEliminar
  4. Pelos comentários que tenho visto, há quem regozije com o facto de ninguém roubar... "Ah, somos tão civilizados" e tal. Nem conseguem discernir que a civilização não avançou a guardarem-se lugares.

    ResponderEliminar
  5. Vi o mesmo em Troia e fiquei sobre a impressão que ficavam lá de um dia para o outro, e não só desde manhã.

    (confesso que achei engraçado, não o faria, mas depois de carregar inúmeras vezes o chapéu pelas escadas do Creiro...compreendo que seja apetecível :P)

    Manias.

    (e essa cena dos sapatos nas finanças, ali na loja do cidadão das laranjeiras era um fenómeno engraçado :P )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, há quem deixe também de um dia para o outro, o que é ainda mais ultrajante. Se se levantarem cedíssimo para ir pôr a toalhinha ainda têm algum mérito, deixá-la lá durante a noite é o cúmulo da preguiça e da usurpação do espaço público. Veja eu uma coisa dessas e vai tudo recolhido.

      Eliminar

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal