O ódio ganha novamente

segunda-feira, junho 13, 2016

E há-de ganhar sempre, porque uma única pessoa má pode deixar atrás de si um rasto de destruição e sangue como aconteceu em Orlando. 50 mortos e mais de 50 feridos foram resultado de uma mente tão pequena e odiosa que teve de levar vidas consigo para alcançar a paz. Se agiu ou não sozinho pouco importa. Importa é que esta pessoa não aguentou ver dois homens a beijarem-se e aquilo fervilhou dentro dele até culminar numa porcaria de ataque que deixou o mundo de luto, novamente.

Odiarmos alguém por ser diferente não faz sentido, e é perigoso. Cada pessoa tem de tomar consciência que não ditou as regras do mundo, que este vive e continua a rodar albergando gentes de todas as religiões, etnias, sexualidades, género, idade, e tudo o que nos separe. Somos diferentes. Ponto. É assim tão difícil aceitar? É assim tão difícil ver que ninguém é dono da razão? Que diversidade é riqueza? Que aceitação é uma prova de amor? Merda de mundo.


Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal