Where you end

quinta-feira, outubro 11, 2007

If I could kiss you now
I'd kiss you now again and again
I don't know where I begin
And where you end

Moby, "Where you end"
in Hotel (2005)

Há corpos e almas que quando se tocam fazem deslocar o cosmos. Há corpos e almas que são uma conjugação perfeita nos seus elementos. Um beijo nunca é apenas um beijo, um toque não é apenas pele com pele. Há corpos e almas que se tornam um só, e não se sabe quando um acaba e começa o outro.
O percurso do ser humano passa por essa busca incessante pela outra metade, e são poucos os felizardos que morrem com a sensação de dever cumprido.

Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal