I had a dream

domingo, julho 18, 2010


Sonhei com um grande ajuntamento de pessoas. Muitas delas eu não conhecia, mas a massa era composta maioritariamente por rostos com os quais lido no meu dia-a-dia. O local parecia um jardim onde se tiravam fotos, talvez de um casamento, baptizado ou afim.
Tinha uma irmã. O seu cabelo ondulava de tons acastanhados e os seus olhos brilhavam de azul. Fiquei a saber, no decorrer do sonho, que não era minha irmã de sangue. Não sei quais os laços que nos ligavam.
Ela tinha um irmão. Assim que ele se aproximou, eu sabia que estava apaixonada. Os meus olhos passaram a segui-lo para todo o lado e fazia de tudo para lhe chamar a atenção. Não pude deixar de sentir o nervoso miudinho por supostamente ser uma relação proibida. O seu cabelo claro e liso apanhado num rabo de cavalo, o sorriso aberto e maroto, enchiam o espaço e, para mim, não havia mais nada.
Ao horizonte aparece uma pessoa, a correr. Traz alguém ao colo. Ao aproximar-se, vê-se que a pessoa transportada está inanimada, e molhada. "Está morta" - disse, ofegante, o cansado rapaz que transportara o corpo. "Afogou-se. Não cheguei a tempo.". E chora, em evidente estado de choque.
A rapariga morta era um dos rostos conhecidos que visualizei ao início, uma amiga do meu passado longínquo. Tudo deixou de importar, inclusivé a minha curta e inexplicável paixão por aquele simpático e sedutor espécime masculino.
Depois acordei. Nunca me lembro dos sonhos, e não me consigo esquecer deste.

Porquê?

Também deves gostar disto

5 comentários

  1. As vezes há sonhos que vão mais longe do que é a nossa compreensão! há dias em que pensamos ter visto o futuro, e há momentos do nosso presente que sentimos como um deja vu, como se ja os tivessemos visto ou vivido!

    Algo fez com que sentisses esse sonho, como se a diferença entre vivê-lo ou apenas sonha-lo seja a tua consciencia de tal fato, pois o teu coração viveu-o como se fosse algo real.

    Não o esqueces porque mais do que a tua mente, o teu corpo lembra-se dele!

    ResponderEliminar
  2. Sim, é verdade, e o significado do que sonhei há-de ter bastante sentido algures num cantinho da minha mente :)
    Não esquecerei, até porque aquele sorriso que visualizei é dos mais bonitos e significantes que já "vi".
    Se calhar, precisava de o ver :)

    ResponderEliminar
  3. Arrisco a dizer que algures no futuro (próximo ou nem tanto) terás a resposta.

    ResponderEliminar
  4. Muito hashishe faz com que te esqueças/não te lembres dos sonhos :P

    ResponderEliminar
  5. Sim, é verdade. Mas comigo, não há uma forma linear para as coisas acontecerem. Ainda numa noite destas estava com uma grande broa, fartei-me de sonhar e lembrei-me de tudo :) E não, não estava a sonhar acordada ;)

    ResponderEliminar

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal