Só penso em chegar a casa e comer-te

quinta-feira, março 10, 2016

Estou longe de casa e penso em ti, que lá ficaste. A sós, à minha espera. Fantasio todo o dia com o momento em que chego a casa e te como toda. Fazes-me mal, és tóxica, deturpas-me o corpo e tomas-me conta da mente. Mas mesmo assim adoro-te.

Tenho de me limpar de ti, constantemente. Vou ao ginásio espairecer e farto-me de correr, como se estivesse a fugir de ti, mas mesmo parada corres mais do que eu e apanhas-me. Agarras-me com esses braços que não consigo ver enquanto suo e expulso as tuas maldições.

Sonho acordada com a tua seiva doce que me satisfaz como poucas e fico com ânsias pelo dia seguinte, pelo momento em que finalmente te ponho as mãos em cima outra vez. Para estar contigo, cheirar-te, lamber-te, morder-te. Vicias-me. Pára com isso. Pára de existir. Enquanto existires, tens-me nas mãos, sou tua, mais do que tu és minha.

Não há nada que se compare a ti. Nada. Acredita que já procurei. Mas acabas sempre por atravessar o meu caminho. Não te consigo escapar. Enquanto existires, a minha alma é tua. Sou-te fiel e não quero mais nada. Será que pensas em mim da mesma maneira?

Porra, torta de leite condensado do Continente. Não sei o que te metem mas quero comer-te todos os dias até morrer.



Também deves gostar disto

3 comentários

  1. Ainda bem que avisas... Se isso é assim tão viciante (orgásmico mesmo?), o melhor é nem cair na tentação de experimentar ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não te inibas! Vale tão a pena... E seria bom ter alguém com quem partilhar este amor!

      Eliminar
  2. N fosse andar tao mal da barriga... Ia já provar. Mas dps n tenho ginásio para ir limpar... E a kizomba anda fraca. Raios. Tenho de mudar isto para me poder alambuzar.

    (e afinal tens uma poeta romantica em ti, nem que seja para as gordices)

    ResponderEliminar

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal