O acéfalo que compara maus tratos a animais e sadomasoquismo

quinta-feira, maio 12, 2016

Hoje houve zumzum nas redes socias devido a uma crónica de um tal Pedro Afonso que se auto-intitula de "Médico Psiquiatra". Se não sabem do que estou a falar, podem ver aqui. E o que diz este senhor? Basicamente, que não vale a pena estar a repudiar actos de maus tratos contra animais, quando nos devemos preocupar é com as práticas sadomasoquistas em tendência crescente desde o fenómeno das Cinquenta Sombras de Grey. Que as ondas que se elevaram contra o jovem que mandou o cão da ponte abaixo, por exemplo, são despropositadas porque há gente que gosta de levar tau-tau.

Caro Pedro Afonso, algumas coisas que pelos vistos ninguém lhe ensinou nesse curso de psiquiatria:

Sadomasoquismo não é violência
É sim uma práctica entre duas ou mais pessoas completamente consentida. Fazem dela parte actos submissos e porventura existe dor e sofrimento, mas é porque os envolvidos assim o querem. É uma fantasia sexual como qualquer outra. Há pessoas que desejam sexo em público, em grupo, que trocam de parceiros, e há outras que gostam de levar ou dar tau-tau. É consentido, estão em acordo, qual é o seu problema? Não sobrou nenhum chicote para si? Acontecem acidentes? Claro. Também já morreram pessoas com corta-unhas e não é por isso que vamos bani-los do mundo. Assim como já morreram centenas de pessoas durante um acto sexual dito "normal", e o que vai fazer, transformar o povo em eunucos?

Não compare alhos com bogalhos
Devo ser muito burra para não compreender a relação entre os problemas que refere. Quer dizer que se eu gostar de levar umas lambadas na fronha durante o sexo não posso denunciar ou queixar-me às autoridades de maus tratos a animais? O que é que as minhas preferências sexuais têm que ver com o que quer que seja? Não tenho o direito de enfrentar quem promove a violência animal porque o mundo está cheio de gente que gosta que lhes apertem o pescoço quando se estão quase a vir? Poupe-me! É a mesma coisa que dizer que hoje não faço almoço porque a televisão está ligada. Sem sentido!

Não é violência doméstica que quer repudiar?
Talvez o senhor se tenha confundido, e ainda vai a tempo de se corrigir. Não trocou o sadomasoquismo com a violência doméstica? Eu espero que sim! Porque um é uma práctica sexual desejada e fantasiosa entre dois adultos e que você nem ninguém têm algo a ver com isso, e outra é realmente um grave problema da sociedade, especialmente para muitas mulheres que sofrem em silêncio. Mas olhe... mesmo assim, podemos e devemos levantar-nos contra esse flagelo ao mesmo tempo que defendemos os animais. Sim, é possível apoiar mais do que uma causa ao mesmo tempo! Surpreendido?

Nem comento o resto das suas declarações. Não vale a pena. Você parece-me uma pessoa de mente fechada que usa um galardão ao peito para justificar o que não consegue compreender ou aceitar, cheio de falsa moral. E na minha terra isso é ser-se bronco.


Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal