Pessoas estranhas #20 - o taxista metaleiro

terça-feira, julho 05, 2016

Não posso deixar passar o episódio que relatei ontem sem mencionar o taxista que nos levou a casa. O moço apareceu e depois de dois dedos de conversa enquanto esperávamos pelo reboque começou a observar as minhas tatuagens e disse: "Você é do rock!". Depois de trocarmos impressões sobre algumas das nossas bandas preferidas (Metallica, System of a Down, Rammstein...) sentiu-se à vontade para acender cigarro atrás de cigarro enquanto contava a sua vida, na berma da auto-estrada, com quase 40º graus.

Tinha uma história de vida fantástica para a idade (foi atirador furtivo no Exército, trabalhou num coffee shop na Holanda...) e depressa nos começou a tratar por "tu" e estava tudo muito bem até decidir dar-nos música com o rádio do táxi. Apresentou-nos um mp3 ligado a umas colunas com quase a minha idade e pôs aquilo no máximo. Duvido que os condutores que seguiam na auto-estrada não tenham ouvido a One dos Metallica em níveis nada aceitáveis. Porra, eu nem conseguia ouvir o que o rebocador estava a dizer quando chegou.

Depois lá seguimos viagem e a mostra musical prosseguiu com um volume tal capaz de acordar os mortos. Aquilo era barulho distorcido, e ainda por cima as músicas mudavam sozinhas "por causa da interferência", dizia ele, mudanças essas acompanhadas por estalidos e estática capazes de rebentar os tímpanos. Depois dizia "adoro esta, adoro esta", e metia 10 segundos de uma música, lembrava-se de outra, dizia que a adorava, ouvíamos mais 10 segundos e por aí fora. Foi basicamente um medley de Rammstein em altos e distorcidos berros, com umas colunas tão velhas que desconfio que a estática era o seu pedido para serem enterradas, perdido por entre a voz profunda do Till.

Quando nos largou em casa, ainda tivemos tempo para uma acelaradela de queimar pneu que deve ter despertado os meus vizinhos seniores. No meio da surdez parcial com que ficámos, há que admitir que o rapaz era simpático e que é bom apanhar taxistas que não ouvem só fado ou o relato da bola, para variar. Fez-me lembrar alguém...



Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal