Servir

terça-feira, maio 26, 2009


"É óptimo não se exercer qualquer profissão, pois um homem livre não deve viver para servir outro"


Aristóteles


Tendo em conta que ter uma profissão significa servir, a maioria de nós serve. Crescemos e aprendemos a servir. Tudo nos empurra para o servilismo, e é isso que nos garante a subsistência.

Pensar assim dói um pouco. E dói ainda mais pensar que não há modo de fugir. Dessa prisão, pouco ou nada nos livra. É preciso não pensar e arriscar, largar tudo, saltar os muros e correr de olhos fechados. Ter sorte no caminho, um pé de meia para começar, e vento a favor.

A liberdade absoluta não existe, é certo, mas, esperanças goradas, pouco mais resta do que divagar.

Também deves gostar disto

3 comentários

  1. Concordo plenamente. Ando um bocado desiludida com a servidão a que temos de nos prestar durante anos e anos a fio. É triste pensar que mais de metade da tua vida é passada a trabalhar. Mas como divagar é o que nos resta, eu penso num sítio diferente onde o dinheiro não tem tanta importância e o que importa de verdade é sermos felizes.

    ResponderEliminar
  2. Pink Floyd
    A New Machine - Part I


    I have always been here
    I have always looked out from behind the eyes
    It feels like more than a lifetime
    Feels like more than a lifetime
    Sometimes I get tired of the waiting
    Sometimes I get tired of being in here
    Is this the way it has always been?
    Could it ever have been different?
    Do you ever get tired of the waiting?
    Do you ever get tired of being in there?
    Don't worry, nobody lives forever,
    Nobody lives forever

    ResponderEliminar
  3. A rotina nunca deixa de perder aquele travo a escravidão, ainda que a mesma seja remunerada.

    ResponderEliminar

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal