Desemprego

quinta-feira, junho 14, 2012

Sim, o desemprego é o grande mal dos nossos dias. E por isso custa-me ver tanta gente que não dá valor ao trabalho. Que se queixa constantemente do que faz, de como é aborrecido e se sentem mal, sem pensarem que milhares de pessoas trocariam de lugar para ter algo para fazer, algum dinheiro a entrar para poder dar de comer à família, pagar dívidas, ter um tecto. A essas pessoas, era uma chapada de luva branca, para acordarem, para darem graças por terem o que tanta gente não tem e daria o braço para ter. Por isso, não me venham cá pedir opiniões. Se me vierem dizer que se vão despedir porque não gostam do que fazem ou porque é chato e monótono, preparem-se para falarem para a minha mão, e se insistirem, não conseguirei evitar um pontapé nas zonas baixas. Devem pensar que me dá um prazer desgraçado acordar cedo todos os dias de manhã, apanhar os transportes, fazer comidinha e lanchinhos para levar para o trabalho para poupar dinheiro, aturar pessoas que não me são nada e pelas quais não nutro qualquer simpatia, apanhar grandes secas e fazer coisas que não quero. Só que tenho de comer, pagar prestações, vestir-me, pagar contas. E não vão ouvir mais nenhuma lamúria do que esta que ficou cá atrás. Ganhem alguma responsabilidade nas vossas vidas, eu sei que trabalhar no Verão é lixado, está calor e a praia chama... mas o sol não dura para sempre.


Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal