Sonhos marados #7 - um caminho de peúgas até ao Lenny

segunda-feira, outubro 26, 2015

Neste meu sonho estava a estender a roupa e a ter bastantes dificuldades em colocar as peúgas em pares. Portanto, completamente real até este ponto.

Até que veio uma ventania desgraçada, tipo um furacão enviado pelas trevas para atacar a minha pessoa, que fez com que todas as meias voassem para longe. Saí de casa de pijama e segui o rasto das peúgas, que pareciam migalhas a marcar caminho. Cada vez que apanhava uma peúga, colava-a a mim com super cola 3 para não a perder no vento que me perseguia.

O rasto das peúgas acabava num bar, e tive de entrar para apanhar a última. Estava lá o Lenny Kravitz a tocar ao vivo para meia dúzia de bêbados distraídos. Tocava a "The Chamber" e eu fiquei lá a curtir bué, coberta com centenas de peúgas pretas da cabeça aos pés.

No fim, o Lenny agradeceu-me por ter estado presente, e foi bastante simpático por ignorar o facto de eu ter peúgas coladas desde o cabelo às pantufas.


Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal