... e a intolerância já fala mais alto

sábado, novembro 14, 2015

Mais deplorável do que os actos terroristas de ontem à noite, em Paris, é que, assim que estes começaram, começaram também as manifestações de ódio contra os refugiados.

O cidadão desinformado (e que não se quer informar) não percebe que é deste tipo de ataques que as famílias refugiadas estão a fugir. Não compreendem que bombas, tiroteios e mortes acontecem todos os dias nos países de onde os refugiados provêm. Não entendem que os extremistas radicais de um grupo de loucos nada têm a ver com as crianças que morrem todos os dias às mãos destes.

Ainda ontem, no Líbano, morreram 40 pessoas num ataque suicida planeado pelo Estado Islâmico. Também ontem, em Bagdad, 18 pessoas morreram num ataque suicida levado a cabo num funeral. Os últimos 3 meses registaram o maior número de ataques pelo Estado Islâmico, e acontecem por todo o mundo. Paris é o mais mediático, mas é uma pontinha do iceberg.

Adoptar o lema "por um pagam todos" é tão perigoso como dizer, por exemplo, que todos os alemães são nazis... Ou que os portugueses também são culpados, porque recentemente um português se juntou ao movimento jihad. Isto é o que eles querem. Querem o ódio, que partamos para a vingança, para a morte, que derramemos sangue, que desconfiemos, que sejamos intolerantes, que tenhamos muito medo, tudo em nome de algo que nunca compreenderemos.

Não arranjem desculpas fáceis para justificar a vossa xenofobia. 

Há que pensar antes de apontar o dedo. Podemos estar a ser muito injustos e dar origem a actos irreflectidos contra inocentes. E se assim for, temos algo em comum com aqueles loucos que se arrebentam por aquilo que acreditam ser a verdade absoluta.



Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal