Sonhos marados #15 - um dia na casa do Marco Paulo

sexta-feira, abril 01, 2016

Neste magnífico sonho aluguei a casa do Marco Paulo para passar férias com os amigos. Não tomámos muita atenção às comodidades, foi uma decisão de última hora e achámos piada em pernoitar na casa do mítico cantor.

Seguimos as indicações à risca mas chegados ao local não víamos nada. Era uma encosta junto ao mar com alguma floresta à volta. Olhámos para cima e finalmente vimos a casa, escondida, no cimo de uma ribanceira com algumas dezenas de metros. Como lá chegar? A pergunta impunha-se, e vimos então alguns apoios para os pés ribanceira acima. Tínhamos de escalar a parede de rocha.

Ok! Lá fomos nós. Milagrosamente, como só nos sonhos, tínhamos levado cordas, capacetes e outros equipamentos necessários à escalada. Foi uma subida difícil, mas conseguimos. Lá em cima ficámos maravilhados - a casa era espectacular. Entrámos, e havia um quadro do Marco Paulo gigantesco por cima da lareira, uma pintura dos seus caracóis no tecto e ouvia-se o "Maravilhoso Coração" bem alto, em loop. Muito bonito, mas passados alguns minutos quisemos desligar a música e não havia nada para desligar, nem rádio, ou aparelhagem, leitor de vinil, ou sequer umas colunas. Passada uma hora já estávamos malucos.

Quisemos ir embora. Saímos, e do lado de fora da porta estava a mãe do Marco Paulo, em camisa de dormir e com um ar de quem já estava mais morta do que viva. Tinha ar de má e ficámos assustados. Corremos, mas tínhamos de descer a alta ribanceira por onde viemos. Foi tudo tão à pressa que caí e parti uma perna. Fiquei lá em baixo, com dores, e queria gritar por ajuda, mas só me saía da boca o refrão do "Maravilhoso Coração".

Acordei sobressaltada e o sonho/pesadelo foi tão intenso que ainda ouço a música cá dentro a assombrar-me.


Também deves gostar disto

1 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal