Pessoas estranhas #28 - cheirosa até à náusea

quarta-feira, setembro 14, 2016

"Oh não, o comboio já vem cheio. Já não me vou sentar. Com esta população cá dentro, já vai ser uma sorte se conseguir entrar. Ok. Vai dar. Vou ficar apertada contra alguém mas é possível. Só espero que essa pessoa não cheire a sovaco. Está ali uma senhora com ar limpo, é mesmo para lá que vou."

Encaixo-me. Respiro fundo. Arrependo-me. O raio da mulher tinha despejado o Xanel Xinês para cima. Que coisa nauseabunda. Excesso de perfume é das coisas que mais me custa suportar. Aquilo entra-me pela rinite acima até me provocar lágrimas pela exposição prolongada. E 25 minutos de comboio são uma exposição tremendamente prolongada. Não estive com meias medidas e apertei o nariz com as mãos mesmo em frente à fronha dela, para a mulher perceber que aquilo é bullying autêntico.

Tentei desviar-me o mais que pude durante a viagem mas foi impossível escapar às malhas da mulher fedida. Horas passaram e dói-me a cabeça e tenho tonturas, por causa daquela porcaria de álcool etílico adocicado. Volta sovaco, estás perdoado.

Também deves gostar disto

5 comentários

  1. São por vezes dolorosas para as narinas as viagens de comboio. Mesmo que seja um perfume de marca mais que excelente, se for em excesso e adocicado, é certo e sabido que fico com uma dor de cabeça do tamanho do mundo!!!!
    Não digo no entanto "volta sovaco", porque tenho sempre esperança que usem um desodorizante qualquer ;-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O "volta sovaco" é caso tenha de escolher entre dois males :P Não percebo estes ataques às narinas, as pessoas não têm olfacto?

      Eliminar
    2. As que abusam do "bom cheiro" devem achar que os outros são uns privilegiados por sentir tal cheiro. Ou então as narinas delas estão completamente avariadas!

      Eliminar
  2. Aqui ficam duas experiências inesquecíveis:
    1 - Sentado no meio da carruagem a ler, como sempre, sinto um odor fortíssimo a sovaco a encher a carruagem e quando levanto a cabeça, todo o mundo estava de nariz levantado a olhar para todos os cantos, e não é que o responsável até vinha junto da porta:)
    2- Sentado na estação, a ler, esperando pelo comboio, um jovem muito bem vestido sentou-se no banco e de súbito um cheiro adocicado intoxicante invadiu a zona, olhei para ele e tentei ser politicamente correcto, mantendo-me sentado, mas ao fim de um minuto levantei-me e segui pela plataforma fora, para um local bem distante,
    Percebo perfeitamente o martírio que foi a sua viagem de comboio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu Deus, esse odor a sovaco devia ser bem poderoso para viajar tanto no espaço! Estas "pessoas estranhas" são-nos comuns, estou a ver :) obrigada pela visita!

      Eliminar

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal