A Pain That I'm Used To

quinta-feira, julho 30, 2009


"I'm not sure what I'm looking for anymore
I just know that I'm harder to console
I don't see who I'm trying to be instead of me
But the key is a question of control
(...)
All this running around, well it's getting me down
Just give me a pain that I'm used to
I don't need to believe all the dreams you conceive
You just need to achieve something that rings true"


Depeche Mode - "A Pain That I'm Used To"

in Playing the Angel (2005)


A exigência cresce na proporção do aumento de experiências e da passagem do tempo. Exigir de nós próprios é saudável, mas também poderá ser uma tortura. Delinear um plano, saber exactamente o que se quer, saber o que procurar, é tão difícil, hoje. O que antes nos demovia, hoje pode ser apenas uma recordação longínqua do que éramos. E é natural, porque crescemos, conhecemos, mudamos. E a vida não é mais do que uma busca por aquilo que nos faz sentir bem. O que acontece é que ficamos sem tempo para pensar, para procurar, sequer para sentir. Deixamos de sentir, e aí, deixamos de nos conhecer. Perdemos o controlo.

A aprendizagem é dura, e tem de acontecer mais vezes do que à partida se poderia imaginar, mas é assim, estamos vivos.

Habituados à dor de não sentir, as ideias hão-de surgir.

Também deves gostar disto

1 comentários

  1. Concordo contigo... Mas à falta de tempo acrescentava também a falta de vontade. Somos passivos - queixamo-nos muito mas fazemos pouco. Tal como acabei de fazer agora mesmo!

    ResponderEliminar

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal