I Am Mine

quinta-feira, outubro 29, 2009


"The selfish, they're all standing in line
Faithing and hoping to buy themselves time
Me, I figure, as each breath goes by
I only own my mind

(...)
The ocean is full ‘cause everyone's crying
The full moon is looking for friends at high tide
The sorrow grows bigger when the sorrow's denied
I only know my mind
I am mine
(...)
And the meanings that get left behind
All the innocents lost at one time
We’re all different behind the eyes
There’s no need to hide."

Pearl Jam - "I Am Mine"
in Riot Act (2002)


Ninguém está certo e ninguém está errado. Não há que virar o rosto por dizer aquilo que se pensa, ou evitar soltar o que temos cá dentro, com medo de ferir susceptibilidades e originar julgamentos. Sob cada olhar, cada percepção, cada opinião, uma maneira específica de ver. E não nos podemos esquivar de todos os olhares do mundo. Apenas temos de ter consciência que apenas e só sob o nosso olhar, damos um sentido. Todos os outros podem opinar, dizer, apontar, mas é sob a nossa própria alçada que avançamos. Assumimos toda a responsabilidade por mais um passo, e damo-lo. Somos de nós próprios. Nós, apenas e só, damos um significado àquilo que vemos, ao que tocamos, de acordo com os ensinamentos e sensações que vamos acumulando durante uma vida inteira.
Guiemo-nos por aquilo que sentimos. Há que ouvir o que vem de dentro, e não só aquilo que vem de fora.

Também deves gostar disto

2 comentários

  1. "Guiemo-nos por aquilo que sentimos. Há que ouvir o que vem de dentro, e não só aquilo que vem de fora."

    É sempre bom ouvirmos o que vem de fora, mas muitas vezes o que vem de dentro é tão mais verdadeiro. E mesmo assim, ignorado.

    ResponderEliminar

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal