Black Mirror

quarta-feira, dezembro 16, 2009


"I know a time is coming
All words will lose their meaning
(...)
The black mirror knows no reflection
It knows not pride or vanity
It cares not about your dreams
It cares not for your pyramid schemes
Their names are never spoken
The curse is never broken."



Arcade Fire - Black Mirror
in Neon Bible (2007)

VER VÍDEO


Sinto a necessidade de uma visão mais despida, minimalista e simplificada das coisas. A tendência é para tornar aquilo que vemos, ouvimos, lemos, um pouco nosso. Lidar com esses pequenos pedaços de coisas que vamos retirando, torna-se uma tarefa cada vez mais complexa, qual puzzle, onde cada peça se vai partindo em mais partes, e no fim, tudo serão grãos de areia, impossíveis de ligar. Sentir demais, de muitos lados, não é fácil. São muitas emoções, demasiadas, para quem nasce com pequenos corações. Mas quem sabe sentir, esses, que gerem e controlam as suas emoções, não sabem, nem desconfiam, que o descontrolo e o estar no limbo, que passar do 8 para o 80, que o subir e o descer constante, são cerejas em topos de bolos enormes, que roçam o céu, e no minuto seguinte, o inferno.

Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal