Grande como o caralho

segunda-feira, junho 05, 2017

" - Se o burro do angolano concordou com o preço sobrefacturado que lhe apresentei, é porque a margem de lucro dele deve ser grande como o caralho! - ponderou (em nome da personagem, peço a indulgência dos leitores para essa expressão malquista por alguns, mas o facto é que o objecto em questão costuma ser utilizado como um parâmetro de medida sempre que alguém pretende dar a ideia de algo com uma dimensão fora do comum, o que não deixa de ser admirável, se tivermos em mente que, em regra, ele varia apenas entre os treze e os dezassete centímetros)."

in O Homem Que Não Tira o Palito da Boca, de João Melo (2009)

__________________________________________________

Ora o autor João Melo faz aqui uma pequena instrospecção sobre a expressão "grande como o caralho". Nunca tinha pensado nela nestes modos, mas não faz sentido nenhum. Quantas vezes, a comentar o tamanho de certas coisas, disse que era grande como o caralho? E o caralho é coisa para medir um palmo. Que sentido é que isto faz? De onde é que isto veio?

Mesmo que estejamos a falar de um mangalho de um animal de grande porte, como o de um cavalo ou elefante, não faz sentido. Porque tudo é "grande como o caralho", desde um edifício, uma forte dor de cabeça, um Hummer, o palco dos Metallica, o The Rock, e por aí fora. E não há caralho que se assemelhe a essas coisas.

É claro que a expressão foi dita, pela primeira vez, por um homem cheio de si. Um homem que achou que o seu apêndice era o maior e mais robusto de todos, apenas comparável com as maiores obras existentes. "O Cristo Rei? Tão grande como o meu caralho". E o exagero pegou, os outros não quiseram ficar atrás e a expressão ficou.

Estou confusa como o caralho.


Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal