Chorar e Rir

quarta-feira, dezembro 02, 2009

"E enquanto uma chora, outra ri; é a lei do mundo, meu rico senhor; é a perfeição universal. Tudo chorando seria monótono, tudo rindo, cansativo; mas uma boa distribuição de lágrimas e polcas, soluços e sarabandas, acaba por trazer à alma do mundo a variedade necessária, e faz-se o equilíbrio da vida."

in "Quincas Borba", de Machado de Assis




E porque tudo o que segue uma linha recta, tende a encaminhar-se à sensação de monotonia, à rendição, baixar de armas e de queixo, resignação. A melancolia é necessária, assim como a mais pura sensação de alegria, ou ressentimento, ou arrependimento, ou entusiasmo. E porque vestimos, todos os dias, a nossa pele, e não a pele de outro, e porque o que me faz chorar, a ti não faz, e porque sorrio com algo que te passa ao lado. Porque somos diferentes, únicos, alguém, nós, e entre o 8 e o 80, podemos saltar, porque sim, porque queremos, porque apetece, porque acontence, porque somos. A procura do equilíbrio. Não o teu, não o nosso, o meu.

Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal