Pessoas estranhas #1 - o mochileiro

domingo, fevereiro 01, 2015

As pessoas estranhas que se cruzam no meu caminho são tantas que acho que merecem um cantinho especial neste meu certame.

A minha primeira homenagem àquelas pessoas que fogem ao normal (não as chamando anormais, que parece mal), é o senhor que viaja na Fertagus que ama a sua mochila preta.

O senhor de meia-idade entra todos os dias no comboio, procura dois lugares vagos ao lado um do outro e pousa a sua mochila preta ao seu lado. Quando o comboio começa a encher e os passageiros lhe pedem licença para sentar, ele faz um ar enfadado e contrariado enquanto tira a mochila do banco e a deixa no colo. Tenho umas quantas teorias sobre isso.

1) Ele vai rebentar o comboio. O homem esconde uma bomba dentro da mochila. O cuidado com que a trata é para prevenir que rebente no momento errado. O senhor faz viagens todos os dias durante meses, com a mochila minada, até decidir qual é o momento em que vai causar o apocalipse na Ponte 25 de Abril.

2) Ele é o próximo Tom Hanks. Tal como em "O Náufrago", o senhor vê naquela mochila a sua amiga, companheira, parceira nas horas de solidão. O elemento que o liga à realidade. A única coisa que lhe resta. Uma história triste.

3) Ele tem gases. Vive com este drama há anos. Tem de andar de transportes públicos mas tem vergonha da sua fratulência aguda. Todos os dias ocupa o lugar vago ao seu lado com a mochila, na esperança de ninguém se pedir para sentar, e assim poder evitar mais um vexame na sua vida. Mas não. É obrigado a encolher-se e assim que sai do comboio e se mistura com a multidão começa o festival da bufa, qual metralhadora letal misturando-se afortunadamente com o mau cheiro de Lisboa. E assim vive mais um dia.

Eu voto na última.


Também deves gostar disto

2 comentários

  1. ahahah, e quando tentas adivinhar quem vai ser a pessoa q lhe vai perguntar s s pode sentar?

    ResponderEliminar

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal