Nham nham

domingo, maio 31, 2015

Se tivesse de escolher apenas uma coisa para comer durante o resto da minha vida, iria escolher o gelado de chocolate belga da Häagen-Dazs.

Estes cabrões conseguiram fazer um gelado que eu desejo comer assim que me levanto até me deitar. Aquela receita decerto proveniente de bruxaria é de uma perfeição que mete medo. Se eu tivesse inventado um gelado, era este. Com esta textura, a leveza, os pequenos pedacinhos de chocolate que se desfazem na boca. Digamos que se estivesse no corredor da morte, este gelado seria a minha última refeição. Um balde de 1kg, pelo menos.

Há apenas um problema. O preço. Comer este gelado é o meu momento de luxúria do mês. Há quem poupe para comprar um carro, eu poupo para ter overdoses de Häagen-Dazs. Quando não tenho, tal como um agarrado sentindo falta da sua droga, começo a afiar as unhas na parede e a ter desejos de bater em toda a gente. Só falta começar a vender os vinis de Marco Paulo da minha mãe para comprar a minha dose de 100ml de pura perfeição.

Obrigado Häagen-Dazs, por me darem mais um motivo para não deixar aulas de Bunda.




Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal