O gato Zaytouna

segunda-feira, setembro 14, 2015

Uma família de refugiados sírios conseguiu atravessar o Mediterrâneo até à Grécia numa lancha e com o seu melhor amigo ao peito.

Os donos do gato Azeitona (Zaytouna), numa hora em que deixaram tudo para trás e atravessaram o mar com uma mochila às costas, tiveram espaço no coração e carregaram-no junto ao peito. À chegada, os risos e a alegria de quem pisa terra firme pela primeira vez em muito tempo, foram decerto ainda mais especiais por terem conseguido salvar também a vida de Zaytouna.

Vivemos num país tão "civilizado" e o abandono de animais cresce de ano para ano. As desculpas são sempre as mesmas: não há dinheiro, vão de férias, ou simplesmente os bichos deixam de ser bebés fofinhos e dão trabalho. Senhores, esta família fugiu da guerra. Não têm nada. Não sabem o que os espera. Mas sabem que o cenário que deixaram para trás é pior. E por isso mesmo trouxeram consigo o melhor amigo, porque ele também é família.

Os actos humanos não conhecem religiões, credos ou cor da pele. O carácter não se mede pelas roupas que se vestem, pelo dinheiro que se tem ou por aquilo em que se acredita. As demonstrações de amor podem vir de todos os lados do mundo e há valores maiores que nos tornam humanos, raça única.

Bem vindo pequeno Zaytouna. Graças aos humanos bons, fizeste história e vais ter uma vida feliz.

Também deves gostar disto

2 comentários

  1. Simplesmente um gesto enorme que talvez só entenda quem os tem e sabe o que eles nos dão

    ResponderEliminar
  2. Totalmente! Trata-se de ter respeito pela vida, pela natureza, pelo planeta que nos acolhe e deixar os egoísmos de lado :)

    ResponderEliminar

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal