Hoje é um bom dia para morrer

terça-feira, dezembro 15, 2015

43 pessoas suicidam-se, por dia, na Coreia do Sul. É a segunda taxa de suicídio mais elevada do mundo, e a mais elevada na Ásia.

Uma clínica psiquiátrica criou uma proposta fora do comum para combater os altos níveis de depressão da população - os participantes são convidados a viver o seu próprio funeral. Eles preparam-se mentalmente para a morte. Aquele é o último dia deles na Terra - o dia que escolheram para partir. O melhor dia para morrer.

Neste processo, eles escrevem uma carta de despedida para os que ficam, ou para si próprios, não importa. Com os seus arrependimentos, com o que fizeram de mal, com os sonhos que ficaram por realizar, com tudo aquilo que ficou por dizer, com o que lhes pesa tanto que os faz querer morrer.

Depois, em silêncio e à luz de velas, percorrem uma floresta onde ouvem os sons do mundo pela última vez. São encaminhados até aos próprios caixões, onde lêem em voz alta as suas cartas.

Finalmente entram no caixão, prendem-lhes as mãos, e ficam fechados por algum tempo. O caixão é aberto, e são convidados a voltar à vida.

Quando li isto pela primeira vez pareceu-me parvo, mas mudei de opinião depois de ver o vídeo. Num mundo e num país onde a tecnologia é rainha, a solidão nunca foi tão grande e a pressão para o sucesso nunca foi tão esmagadora. Ninguém tem tempo para si próprio ou para reflectir um pouco. Está-se rodeado de informação a toda a hora, já não há refúgio ou esconderijo na vida moderna. Estamo-nos constantemente a comparar com os outros, a ter inveja, a desdenhar, a cuscar, a desejar ter isto e aquilo, a querer ganhar mais, comprar mais, ter mais, tudo mais.

Por isso, não me admiro que tudo pareça negro. Não me admiro que estar dentro de um caixão sem mais nada em que pensar sem ser em nós próprios ajude. Não me admiro que quando aquele caixão abra tudo pareça diferente.

O que mais me impressiona é a carta. Pôr em palavras a nossa última despedida ao mundo é saber, naquele momento, tudo o que é mais importante no mundo. A ver:


Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal