Sonhos marados #28 - um jantar do terror

segunda-feira, novembro 14, 2016

Era Halloween, e fui jantar fora com o meu namorado e mais um casal amigo. Devido à data, decidimos ir vestidos de assassinos. Fomos a um restaurante especialmente decorado para a ocasião, com esqueletos, abóboras, bruxas por todo o lado, com pouca luz, e tal e tal.

Eu ia de Chucky, o boneco diabólico; o meu namorado, de Freddy Krueger. O casal amigo ia de Ghostface (do filme Scream); e ela de Jason (Sexta-feira 13). Via-se que a empregada de mesa que nos serviu não estava muito à vontade com a coisa e decidimos pregar-lhe partidas. Quando ela entrou para a nossa sala de refeição com a comida, o Ghostface estava atrás da entrada com uma faca e fê-la atirar tudo para o chão. Quando fui à casa de banho, aproveitei para me esconder atrás do balcão e quando ela foi buscar uma bebida agarrei-lhe a mão e ela gritou aterrorizada. E assim sucessivamente.

Já no fim da refeição, esperámos impacientemente pela empregada e ela nunca mais vinha. Até que o Freddy decidiu ir à entrada do restaurante pedir a conta. Voltou passados segundos, chamando-nos. E deparámo-nos com o corpo esventrado da empregada dentro da arca frigorífica dos gelados. Todos os outros empregados e clientes estavam a olhar, incrédulos. E olhavam também para nós com ar desconfiado, os únicos mascarados ali.

Ficámos indignados, mas também começámos a pensar se um de nós não seria o assassino. Um mistério que ficou por desvendar, porque o despertador chamou-me para trabalhar. Raios.


Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal