The Young Pope - o meu novo vício

segunda-feira, novembro 28, 2016

Esta série, "The Young Pope", é qualquer coisa de extraordinário. Eu já desconfiava que má não podia ser, já que é realizada pelo italiano Paolo Sorrentino, responsável, por exemplo, por "A Grande Beleza" e "Juventude", duas pérolas do cinema. Esta é a sua estreia (e que estreia!) em televisão.

"The Young Pope" é a história fictícia do mais jovem Papa de sempre, que é também o primeiro americano com tal título. É Jude Law quem enfia as vestes do Papa, e nunca antes tinha gostado tanto de o ver num papel. Está abismal, perfeito. Este Papa é tudo menos convencional e tudo o que ele faz e diz é um choque. É ver a Igreja a entrar em pânico cada vez que ele abre a boca, arrependendo-se de o ter escolhido para chefe máximo da Igreja. Já para nós, espectadores, é um mimo. Ao contrário do que a sua idade poderia deixar adivinhar, ele é a presença mais conservadora do Vaticano e vai fazer de tudo para preservar valores e métodos antigos, instalando, também, o medo e a confusão através de meios pouco ortodoxos.

Tudo o resto é também fantástico, desde o argumento, passando pela banda sonora, até à fabulosa fotografia. Tudo é poético, ao mesmo tempo que é também negro, inesperado, chocante. Fica-se de boca aberta, rimos, ficamos colados ao ecrã. Não deixem de ver se tiverem oportunidade - dá no TVSéries.


Também deves gostar disto

2 comentários

  1. Não conhecendo a série, posso dizer que acho Jude Law um actor magnífico!
    Se tiver paciência, e porque mostra outro lado papal, aconselho as "Sandálias do Pescador" com um elenco extraordinário, incluindo Anthony Quinn!

    ResponderEliminar
  2. Boa, boa :) Nunca vi. Obrigada pela sugestão!

    ResponderEliminar

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal