Cenas que quero #7 - o emprego de sonho e uma diarreia de chocolate

quinta-feira, fevereiro 09, 2017

Anda por aí a circular esta notícia, com um muito falado anúncio de emprego. Trata-se de uma vaga para provedor de chocolates. As redes sociais vieram abaixo, alunos puseram em causa os cursos que estão a tirar e pessoas como eu, atrás de uma secretária o dia todo, começaram a pensar no sentido da vida.

Para mim, deixou de ter. Tive eu tantos anos a tirar um curso e uma década a trabalhar em escritórios para saber, agora, que existe a profissão de provador de chocolates, a quem pedem um "feedback objectivo e honesto", "paixão pela confeitaria" e "vontade de experimentar novos produtos". Peanuts.

Tenho pena da pessoa que está a gerir este recrutamento porque deve ter milhares de milhões de currículos a encher a caixa de correio. E tenho pena também que, por isso, estejam a perder a melhor provedora de chocolates de sempre. Mas também não me apetece emigrar para Inglaterra, por isso fica aqui a minha carta de recomendação para caso alguma empresa portuguesa precise dos meus skills.



Caros,

A maioria dos humanos é feita de água, eu sou feita de cacau e creme de avelãs. Como chocolate desde que acordo até à hora de deitar. Procuro formas saudáveis de o fazer para não ser uma gordurosa nojenta, mas no geral o meu corpo move-se a açúcares.

Consigo dar-vos dezenas de marcas de chocolates, de cabeça, em poucos segundos. Consigo descrever a que sabem, os seus ingredientes principais e a textura. Confesso, há alguns que não me passam pela boca, como chocolate de côco ou com passas, mas de resto é sempre a aviar. E quem diz chocolate, diz bolos, crepes, sobremesas, gelados ou bonbons.

Já andei horas a pé quando tinha o carro avariado para ir buscar um bolo brigadeiro, que me deu o desejo. Já andei a fazer vaquinhas no trabalho por não ter moedas e me apetecer sacar desesperadamente um Kit Kat da máquina. Quando há aniversários na empresa, peço a quem sei que está de dieta para lhes ficar com a fatia do bolo. Uma vez comi seis porque ainda me entregaram as sobras e tive diarreia, mas valeu a pena. Há quatro anos atrás tinha 13 cáries (obrigada à CUF de Alvalade, foram incansáveis, mas também paguei-vos a reforma).

Não me vou alongar mais, só queria passar a mensagem que sou doida por chocolate e ele é louco por mim, porque fui abençoada com o mais belo requisito de todos e que vocês não mencionam no vosso anúncio - mas deviam: como que nem uma besta e não engordo. Viva!

Cumprimentos,
Regina Twix M&M. Snickers, que vai ser encontrada morta numa overdose de açúcar.



Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal