Home

terça-feira, março 09, 2010

"Here is a page from the emptiest stage
A cage or the heaviest cross ever made
A gauge of the deadliest trap ever laid

And I thank you for bringing me here
For showing me home
For singing these tears
Finally I've found that I belong here"

Depeche Mode - Home
in Ultra (1997)



O sentimento de pertença, o facto de nos sentirmos em casa em algum ponto do mundo, é certamente das melhores coisas que podemos esperar. Os passeios, a disposição das casas, as pessoas que se encontram no caminho, os anseios de quebrar a rotina, o estarmos todos juntos, as esplanadas cheias ao mais pequeno vislumbre do sol, tudo parece contribuir para esta criação de laços com a envolvente que nos cobre. Aos poucos, damos passos mais largos e seguros nestas ruas que nos guiam. Carregamos as nossas cruzes, cada vez mais pesadas, e cada vez mais leves, porque a cidade carrega-as connosco. Porque as caras se repetem, e os abraços, e as risadas, as brincadeiras, e tudo o que é nosso. Sinto que estou em casa. Agora, que penso nisso, estou mesmo. O mundo lá fora não entra. Pertenço.

Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal