Isto é humildade

segunda-feira, junho 29, 2015

Muita gente não sabe o que os Moonspell representam para o país. São mais de 20 anos de carreira a vestir as quinas ao peito e a dar o corpo ao manifesto pela cultura musical portuguesa, e não só. Esgotam salas pelo mundo fora e são recebidos em apoteose em dezenas de países. São uma família, aturam-se uns aos outros há décadas e mostram que a amizade e o talento juntos vencem tudo. Fazem o que gostam, mostram o que lhes vai na alma, em cada acorde e em cada letra, mantendo acesa a paixão de fazer música e de a partilhar connosco.

Não são só as Marisas e os Tonys que elevam o nome da música portuguesa pelo mundo. São os próprios portugueses que têm as mesmas fórmulas decoradas e não se atrevem a sair da zona de conforto. É fácil exportar fado. É fácil exportar um cantor romântico adorado pelas donas de casa portuguesas emigradas em cada canto do mundo. Não é fácil uma banda de metal gótico se destacar em Portugal, quanto mais lá fora. E eles conseguiram-no.

Os Moonspell merecem todo o reconhecimento musical, assim como o nosso agradecimento pelo trabalho árduo, pela perseverança, pelo talento desmedido trabalhado e apurado ao longo de tantos anos, mas não só. Tenho de lhes louvar a humildade.

Eles são artistas, grandes músicos, e acima de tudo são pessoas sem merdas. Não têm problema algum em estar com os fãs, em apertar a mão, dar um abraço, dar um autógrafo. Não recusam tirar uma fotografia ou dar dois dedos de conversa, nem a oportunidade de estar perto dos fãs, conhecê-los, saber quem são, saber a sua opinião. Eles têm plena consciência que são quem são por causa de nós. É para nós que trabalham, e importam-se. Nunca se deixaram de se importar, desde o tempo em que eu mal tinha deixado a fralda e isso, para mim, é impressionante.

Os Moonspell conseguiram criar mais um momento íntimo num showcase acústico na Fnac no sábado passado. Fica o registo.

Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal