Reverence: a referência

sábado, agosto 29, 2015

Ontem estive no Festival Reverence Valada e foi uma agradável surpresa. Fui lá pelos meus Bizarra Locomotiva (concerto brutalíssimo), mas acabou por ser muito mais do que isso.

O espaço é formidável, com um cenário natural de rio e praia junto à pequena e simpática vila de Valada. O verde da natureza e o azul da água, juntando ao sol espantoso, ofereceram-nos um dia de sonho. A música está sempre presente, ouve-se ao fundo, mesmo quando estamos a banhos no rio Tejo. Tudo se completa, a calmaria reina, os nossos corpos agradecem.

O público é diferente daquilo que estou habituada, mais hipster, descontraído e despreocupado, e gosto disso. Muita simpatia, tanto das gentes da terra, como dos nómadas festivaleiros. Comida boa e barata com opções para todos os gostos, e eu, que não como carne, fiquei encantada por ver barracas com melancias num festival.

Até deu para encontrar um dos meus grandes ídolos, o Adolfo Luxúria Canibal, a desfrutar também do ambiente, feliz da vida, dar dois dedos de conversa e tirar umas fotos para a posteridade.

Estou feliz por ter vivido o Valada. É para repetir. Até para o ano!

Mais fotos aqui.


Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal