Quem menos tem, mais dá

terça-feira, dezembro 22, 2015

Perguntaram a crianças carenciadas o que gostavam de receber no Natal. Elas responderam, e os desejos de todas materializaram-se à sua frente, e perante olhares de incredulidade viram aparecer computadores, carros telecomandados e casas da Barbie. Os olhos a sorrir, as bocas abertas, o ar de espanto. Elas não queriam acreditar. Não podia ser verdade.

Só que também perguntaram o que as suas mães queriam receber. E esse presente também se materializou à sua frente. Elas ficaram maravilhadas também.

Até que lhes disseram que tinham de escolher. Ou levavam o presente para si ou para a mãe, mas nunca os dois. Após deliberação, todos escolheram dar o presente à mãe. O porquê é emocionante e bonito de se ver e ouvir. "Porque a minha mãe cuida de mim quando preciso", ou "ela dá-me um tecto e isso é que é importante", "a família é que é importante, não os brinquedos" são algumas das justificações.

Agora desafio-vos a fazer o mesmo a um grupo de putos ricos e mimados habituados a ter tudo o que querem. Provavelmente vendiam a avó por um iPhone ou uma Playstation. Quem poucos bens tem, mais valor dá à família, à amizade, aos momentos, e mais agradecido se sente. Quem está habituado a viver com pouco, está constantemente a lidar com escolhas. Quem tem pouco, sabe que não precisamos de muito para viver e que a felicidade não vem das coisas. E isso é ter mais do que a maioria das pessoas.

Ver o vídeo aqui.

Metro Atlanta Boys & Girls Clubs gift

Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal