Re(descobertas) musicais #19 - Roger Waters com Eddie Vedder

terça-feira, julho 25, 2017



Não foi a primeira vez que os dois se juntaram em palco - já tinha acontecido num concerto solidário em 2012 - e voltou a acontecer há dois dias. Eddie Vedder, vocalista dos Pearl Jam, juntou-se a Roger Waters para juntos cantarem e tocarem a intemporal Comfortably Numb, uma das minhas músicas favoritas de todos os tempos. Aconteceu na digressão americana do Roger, que passou por Chicago.

Roger Waters não é o meu 'Pink Floyd' favorito, mas o Eddie substituiu o meu David Gilmour com brilho e com tudo à flor da pele, e conseguiu arrepiar-me. Não tanto como o David, mas isso é impossível. O David é o meu master dos arrepios, forever and ever [referência a High Hopes, quem é fã sabe].

Deixo o vídeo desta colaboração fantástica; e, não desfazendo, mais em baixo a melhor colaboração de todas - aquela que me fez arrepiar até aos pelos do cu, quando o David e o Roger deixaram as merdas de lado e tocaram juntos. Seus bardamerdas, deviam deixar-se disso e tocarem juntos novamente e realizarem-me o sonho da vida. Cabrões teimosos, quebrem o muro que construíram entre vocês.



Também deves gostar disto

2 comentários

  1. A David Gilmour falta a poesia de Roger Waters e a Roger Waters faz muita falta a guitarra de David Gilmour, já as paisagens sonoras criadas por Richard Wright são insubstituíveis e a bateria de Nick Mason é de uma "simplicidade" única. Foi uma pena os egos colidirem e o grupo terminar.
    PS - Caso não conheça recomendo-lhe o primeiro álbum a solo do David Gilmour.
    Boa noite!

    ResponderEliminar
  2. Conheço sim, e gosto bastante :) É um dos meus talentos preferidos e tenho muita pena que ele e o Roger não se entendam. O mundo é que fica a perder. Bom dia!

    ResponderEliminar

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal