Anormais de Vila Flor - ide para o caralho

quinta-feira, junho 25, 2015

Tenho um nó na garganta e um desgosto enorme de pertencer a um país que tem este tipo de "tradições". Não basta a merda das touradas, agora queimam gatos vivos em Vila Flor? Isto como se fosse um espetáculo de entretenimento, assistido por gente de todas as idades, famílias, como se estivessem a assistir a um filme ou a um concerto pimba. Gente atrasada mental, podem ir para o caralho.

O respeito pelos animais e pela natureza é algo que devia ser ensinado nas escolas, que devia ser transmitido pelas gerações afora, passado dos mais velhos para os mais novos e incutido em tudo o que se faz. Esse respeito faz-nos ser pessoas melhores e estende-se às nossas relações com os outros humanos, tornando a nossa existência mais significativa. Isto é simplesmente uma atrocidade. Um espetáculo de violência e dor, um desvalorizar da vida que dá dó e que me tira a esperança de um mundo melhor.

Venham-me dizer que não se paga violência com violência, não quero saber. Eu matava-os a todos. A estes e a todos os que espalham violência gratuita. Porque o mal tem de ser cortado pela raíz. E se a raíz for o ser humano, pois bem, espero que as notícias sobre a nossa extinção sejam verdadeiras. Somos a pior espécie de todas. Viemos invadir este mundo, tirámos a casa a milhares de espécies animais e continuamos a fazer merda atrás de merda, até não sobrar mais nada no mundo a não ser um cagalhão gigante.

Aos filhos da puta de Vila Flor que meteram o gato dentro de uma forma de barro e o puseram a assar no fogo, espero que tenham a pior morte que consigam imaginar. Mas espero que antes vejam todas as pessoas de quem gostam morrer uma morte lenta e sofrida. E que vocês fiquem sozinhos no mundo a sofrer uma tortura diária de dor e flagelo até ao fim dos vossos dias, e que continuem a arder no inferno depois disso.

A quem se importa, peço que mostrem a vossa indignação aos endereços de email mencionados nesta página. Vamos acabar com isto. E se não der em nada, ofereço-me para ir fazer justiça pelas minhas próprias mãos e mostrar a esta gente como se brinca com fogo. Afinal, a vingança serve-se quente.



Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal