The Punisher

segunda-feira, dezembro 04, 2017

Séries e filmes de super-heróis não me dizem nada. Gosto pouco de cenários fantasiosos sem os pés assentes na terra. Talvez seja por isso que com a série The Punisher seja diferente. Ele é apenas um homem sem qualquer super-poder; mas tem dentro de si uma raiva de tal tamanho que o torna num dos homens mais mortíferos do planeta.

A Marvel e a Netflix já tinham introduzido o The Punisher na série Daredevil, fazendo crescer a água na boca para a série dedicada ao Marine que assistiu impotente ao assassínio da sua família. O tempo de espera foi longo mas valeu a pena. É uma das melhores séries de sempre, com uma tensão de cortar à faca, cenas de luta fantásticas, mortes horripilantes e com imensa violência.

Com uma sede de vingança insaciável, Frank Castle persegue os responsáveis pela morte da família com o objectivo de não deixar ninguém vivo. Com um rasto de sangue gigante atrás de si, depressa se vai tornar num homem muito procurado. Sem medo de morrer, e por isso extremamente perigoso, Frank não irá descansar enquanto as pessoas envolvidas estiverem a respirar.

Mais uma vez, este não é de todo o meu género de séries mas está mesmo muito bem feita. É claro que o Jon Bernthal na pele deste justiceiro faz toda a diferença. Não consigo imaginar mais ninguém a interpretar este homem reservado, amargurado, solitário, que constantemente carrega em cima um peso que conseguimos sentir e que acabamos por partilhar. A um nível mais físico, o actor consegue colocar tudo isto no olhar e na expressão, tanto nas suas explosões quando fica fora de si, como nos poderosos silêncios.

É muito mais do que uma série de acção, muito mais do que violência gratuita, é a demanda de um homem a quem tiraram tudo. Recomendada. E não é só porque podemos ouvir Metallica no trailer.


Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal