What Happened to Monday

sexta-feira, fevereiro 23, 2018

Este filme chamou-me a atenção pela premissa. No futuro, o planeta tem demasiados habitantes e simplesmente não há recursos para todos. Para além do espaço físico que ocupam no planeta, fazendo este parecer-se com uma sala sobrelotada onde mal nos conseguimos mexer, não há comida e recursos fósseis que acompanhem o crescimento populacional e, logo, o planeta está a morrer e a rebelar-se. Portanto, até agora, é simplesmente a descrição para onde estamos a caminhar.

Na trama, é imposto o limite de um filho por família. Tudo é muito controlado e a evolução tecnológica do futuro possibilita o acompanhamento de perto de tudo e todos, a toda à hora, através dos mais avançados meios. Há penas severas para o desrespeito desta lei e é por isso que, quando a filha de Terrence (Willem Dafoe) morre a dar à luz 7 gémeas, ele vai ter de ser muito perspicaz para, primeiro, as manter vivas em segredo, e depois, na criação de um esquema que permita às raparigas sair de casa sem ninguém desconfiar que são 7.

Como são 7, tal como os dias da semana, cada uma adopta o nome de um dos dias e são educadas para sair de casa apenas no dia correspondente ao seu nome. No fim de cada dia, têm de contar às irmãs tudo o que se passou para estas poderem continuar a "farsa" como se fossem uma e só pessoa. Tudo sai do controlo quando a irmã Monday não volta para casa ao fim do dia...

É um filme interessante, que não sendo fora de série tem uma óptima e actual premissa, cativante, que é também um alerta. Noomi Rapace, que interpreta 7 mulheres, é de uma grande desenvoltura e faz-nos acreditar que se tratam de seres humanos diferentes, com gostos, carismas, personalidades, completamente  distintas. Não é nada fácil e há que se lhe tirar o chapéu. De resto, é um bom filme de crime / ação com um final inesperado.

Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal