As coisas que se aprendem #68 - perfunctório

segunda-feira, julho 16, 2018

"Tivemos uma espécie de jantar perfunctório juntos e penso que nos animou a todos um pouco. Era talvez o calor puramente animal da comida para pessoas esfomeadas, pois nenhum de nós comera qualquer coisa desde o pequeno-almoço, ou a noção de companheirismo talvez nos ajudasse, mas de qualquer maneira estamos todos menos infelizes e encarávamos o futuro não totalmente sem esperança."

in Dracula, de Bram Stoker (1897)

per·func·tó·ri·o
(latim perfunctorius, -a, -um, leve, superficial)
adjectivo
1. Que dura pouco. = LEVE, PASSAGEIRO
2. Que é pouco importante ou pouco aprofundado. = LIGEIRO, SUPERFICIAL
3. Que se faz só por se dizer que se fez, e não por necessidade ou com algum fim útil.
in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa

Tantas a tantas vezes aconteceu. Fazer algo só por fazer. Não é que apeteça, mas porque tem de ser, ou para nos dar a sensação de dever cumprido, ou para ficarmos em paz connosco e / ou com os outros. Ora isso tem um nome - perfunctório. Aquelas vezes em que nem apetece abrir a boca mas obrigamo-nos a comer porque sim; aquele dia em que estamos mal e sabemos que não vamos fazer nada de jeito no trabalho mas seguimos em frente pela obrigação; aquela visita que não apetece fazer mas faz-se, por especial favor. Assim como tudo o que é passageiro ou pouco importante também é perfunctório - logo, a perfunctoriedade (?) rodeia-nos todo o dia, todos os dias, não fosse o Homem um animal demasiado racional que passa demasiado tempo, infelizmente, em torno do que não merece atenção.

Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal