Boas ideias #27 - o corredor sem plástico, em Amesterdão

quinta-feira, março 08, 2018

O plástico é um problema. Ele domina quase todas as nossas compras. Quase tudo está envolto em plástico, sejam produtos com larga duração, sejam os de consumo mega rápido, como os iogurtes ou as garrafas de água. Mesmo que reutilizemos alguns destes recipientes até à exaustão, a pegada ecológica é gigantesca e permanecerá até muito tempo depois de morrermos. Prova disso é a imagem que se tornou viral de um pacote de batatas fritas Ruffles encontrado numa mata, que anunciava um prémio de 5.000 contos. A embalagem, de 1995, andava por ali há 23 anos e seria capaz de permanecer intacta por mais algumas centenas deles.

Os oceanos estão cheios de plástico, ocupando já uma larga parte destes, o que tem um impacto brutal no ambiente e na vida marinha. Reciclar não chega - até porque nem tudo é reciclável - a produção e o uso de plástico têm de ser reduzidos para não tornar este planeta (ainda mais) uma lixeira. Felizmente o assunto está na ordem do dia e têm existido alguns movimentos para chamar a atenção para este flagelo.

Uma das iniciativas vem de Amesterdão - foi inaugurado, num supermercado Ekoplaza, um corredor onde o plástico não entra. Todos os produtos que ali estão (e são mais de 700) são embalados com alternativas biodegradáveis, e há de tudo - carne, arroz, iogurtes, vegetais - mostrando que é possível banir totalmente a utilização de plástico. A iniciativa vai ser alargada, até ao final do ano, aos outros 74 supermercados da cadeia. Ora grão a grão, isto vai ter um grande impacto. Acredito na inspiração dos exemplos e que mais cadeias vão adoptar a ideia, ao mesmo tempo que o consumidor se habitua a um novo modo de comprar e que se consciencializa para a causa.

Em Portugal existem vários locais, especialmente lojas de compra a granel, onde não se utiliza plástico e os clientes podem até levar os seus próprios recipientes. Em grandes hipermercados também se vai vendo bons exemplos, como a área a granel no Continente, com sacos de papel. Infelizmente, no Jumbo, embora exista área a granel, são utilizados sacos de plástico.

Como tudo o que envolve o nosso planeta, a contribuição individual é fulcral. Podemos pensar que a nossa acção não vai mudar em nada o curso das coisas, mas se 7 biliões de pessoas não pensarem assim e se fizerem um pouquinho, tornar-se-á muito.


Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal