The Florida Project (2017)

quinta-feira, fevereiro 01, 2018


A trama segue uma menina de 6 anos, Moonee, que vive num motel barato em Orlando, com a jovem mãe, Halley. Apesar de o motel não aceitar estadias prolongadas, o gerente, interpretado por Willem Dafoe, facilita e altera os processos de modo a que as famílias carenciadas consigam por lá ficar e manter uma espécie de tecto.

Paredes meias com a Disneyworld, o cenário pobre contrasta com os turistas abastados dos quais vamos tendo conhecimento enquanto aquelas pessoas tentam sobreviver um dia de cada vez.

Halley, a mãe, vive essencialmente de subsídios e de falcatruas. Mantém uma atitude radical perante a vida e enfrenta todas as pessoas como se todos lhe devessem - essa atitude é absorvida pela filha, que com 6 anos é uma espécie de líder entre as crianças e que não tem respeito pela autoridade e pelos mais velhos.

Quem for ver este filme à espera de uma história com princípio, meio e fim, desengane-se. É quase documental - seguimos "apenas" a vida destas pessoas, o seu dia-a-dia, os seus desabafos, dificuldades, o modo como fazem de qualquer coisa uma alegria imensa - tanto, que ficamos envergonhados por precisarmos de muito mais para criarmos momentos felizes. É quase como se fossemos voyers, espreitando para dentro das portas das vidas que não sabíamos existirem.

O grupo de actores infantil é de uma impertinência profissional de louvar; assim como as cores do filme, de um azul e cor de rosa limpos e brilhantes. Acima de tudo, é a simplicidade deste filme que me faz adorá-lo, porque não tem de existir uma parafernália de recursos para se ser belo. É triste, é ternurento, é trágico, é inocente, é mágico - é a vida.

Nomeado para Melhor Actor Secundário (Willem Dafoe).

Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal