Una Mujer Fantástica (2017)

terça-feira, março 13, 2018

Marina Vidal é uma mulher transexual que encontrou o amor junto de Orlando, um homem com o dobro da sua idade. Os vivem uma relação dedicada e tranquila até que Orlando sofre um aneurisma e morre repentinamente. A partir daí, o cenário começa a ficar negro para Marina.

A família dele, especialmente a ex-mulher e o filho, que nunca aceitaram a opção do pai, vão tentar certificar-se que Marina sai o mais rapidamente da vida deles, devolvendo tudo o que os dois tinham - incluindo a cadela, a casa onde os dois moravam, o carro, tratando-a como se não fosse ninguém. Também querem impedi-la de ir ao funeral dele e despedir-se convenientemente do homem que amou - não só por ter sido a pessoa por quem Orlando se apaixonou, mas sobretudo por ter nascido homem, pela vergonha que a sua presença implica.

Marina vai ter de ser uma mulher fantástica, superior, forte, e é-o, que é o que se espera de uma mulher que para estar ali teve se superar, todos os dias, vezes sem conta, elevando-se acima dos outros, lutando pelo seu sonho e identidade contra todas as adversidades.

Este é mais do que um filme sobre Marina Vidal - mostra a guerra travada por aqueles que só querem parecer por fora aquilo que sentem por dentro. Ninguém passa por esse processo pacificamente, é fisicamente e emocionalmente complicado e esgotante. Mas como isso não parece bastar, a sociedade dificulta-lhes a vida ao limite, porque a nossa intolerância à mudança e à diferença é infinita. Mesmo que nós não tenhamos nada a ver com o assunto. Mesmo que a vida seja deles, o resto do mundo faz questão de ter uma palavra a dizer - e nunca é abonatória.

A actriz que interpreta Marina é Daniela Vega, transexual. Como tal, devem imaginar que o papel lhe assentou que nem uma luva - para além do talento imenso, é-lhe natural expressar as frustrações da Marina e é em boa parte culpada pelo sucesso da película.

Este filme chileno ganhou o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro. Ainda não vi os outros mas parece-me um prémio adequado. Grandes interpretações, argumento, uma fotografia brilhante e uma banda sonora tocante, assim como a temática polémica que mete os sentimentos à flor da pele.

Também deves gostar disto

0 comentários

Seguir por email

Visitantes

Blogs Portugal